6 dicas para proteger os olhos dos eletrônicos

Guilherme Moreira Kappel
Em:  
Dicas e Práticas
7
de
January
de
2019
Escrito por
Guilherme Moreira Kappel

Você já imaginou a sua vida sem celulares, computadores, televisões, e outros dispositivos eletrônicos? Sabia que essas telas podem fazer mal para seus olhos? Confira nossas dicas e proteja seus os olhos.

A tecnologia está presente em nossas vidas, nos conectando e facilitando o dia-a-dia. Atualmente usamos dispositivos eletrônicos para tudo: chamar um taxi, olhar um mapa, ler um livro, pagar uma conta, pedir comida, se comunicar com os amigos, trabalhar, relaxar... É difícil pensar como seria nossa vida sem os dispositivos eletrônicos. Mas, eles não só conveniências. As telas dos dispositivos eletrônicos podem fazer mal aos nossos olhos.

As telas de tablets, celulares, smartphones, computadores, videogames, televisões, entre outros dispositivos eletrônicos podem provocar Síndrome do olhos seco, fadiga visual, irritações, entre outros problemas oculares. Confira nossas dicas para evitar esses problemas, com pequenas mudanças em seus hábitos você pode proteger os seus olhos.

1. Reduzir o brilho da tela

O brilho alto das telas gera cansaço visual. Ajuste a intensidade da iluminação de sua tela para evitar problemas oculares. (Figura 1).

notebook entreaberto com tela com alto brilho - O alto brilho das telas provoca cansaço nos olhos. (Fonte: Unsplash)
Figura 1. O alto brilho das telas provoca cansaço nos olhos. (Fonte: Unsplash)

2- Piscar com mais frequência

É comum esquecermos de piscar quando estamos concentrados diante de telas de eletrônicos (celular, televisão, computador...). Se policie e pisque mais! Piscar ajuda a lubrificar os olhos e isso pode prevenir irritações.

Quando não piscamos os olhos ficam secos e o resultado é ardência, vermelhidão, lacrimejamento, incômodo à claridade, visão embaçada, sensação de peso nas pálpebras, entre outros sintomas.

Explica o médico oftalmologista Dr. Guilherme Kappel.

3. Fazer pausas

Faça pausas ao usar dispositivos eletrônicos por tempo prolongado (Figura 2). Após 1 hora de uso, saia de frente da tela e olhe para objetos distantes e para os lados.

Pessoa descansando em uma paisagem natural -  Após 1 hora de uso contínuo de eletrônicos: Pare e olhe para longe e para os lados. (Fonte: Unsplash)
Figura 2. Após 1 hora de uso contínuo de eletrônicos: Pare e olhe para longe e para os lados. (Fonte: Unsplash)

4. Reduzir a iluminação do ambiente

Mantenha a iluminação do ambiente adequada afim de evitar brilhos e reflexos na tela. É importante também evitar ar condicionado e ventilador direto sobre o rosto, pois isso ajuda a ressecar os olhos.

5. Ajustar a tela

Não existe uma configuração de tela ideal. O ajuste varia de dispositivo para dispositivo e de pessoa para pessoa. Ajuste a tela do seu dispositivo eletrônico, computador ou televisão, de forma que o brilho, contraste e tamanho de letra seja o mais confortável possível para seus olhos (Figura 3).

Iphone em uma mão, com tela muito colorida - O ajuste ideal é aquele em que seus olhos ficam mais confortáveis. (Fonte: Unsplash)
Figura 3. O ajuste ideal é aquele em que seus olhos ficam mais confortáveis. (Fonte: Unsplash)

6. Usar óculos com lentes específicas

Pessoas que trabalham diariamente em frente a telas de computadores ou outros dispositivos eletrônicos podem solicitar ao oftalmologista óculos com lentes específicas, que podem ajudar com o conforto visual durante longos períodos na frente das telas.

Usuários de lentes de contato devem redobrar a atenção e os cuidados ao ficarem longos períodos em frente a telas de dispositivos eletrônicos. As lentes de contato tornam o filme lacrimal mais fino, o que pode aumentar o ressecamento dos olhos.

Alerta o Dr. Guilherme Kappel.

Lembre-se!

O cuidado com a saúde dos olhos deve ser algo diário, fique atento a qualquer mudança na sua visão e não deixe de visitar seu médico oftalmologista ao menos uma vez por ano.

Guilherme Moreira Kappel

Consulta e Exames Oftalmológicos. Tratamentos e Cirurgias Para Doenças Oculares. Oftalmologista em São Paulo. Especialista em Retina, Cirurgia de Retina e Vítreo, Edema Macular, Retinopatias, Degeneração Macular.

Recomendado para você