A oftalmologia e suas subespecialidades

Guilherme Moreira Kappel
Em:  
Fique de Olho
17
de
June
de
2019
Escrito por
Guilherme Moreira Kappel

Conheça as subespecialidades da oftalmologia, entenda o que cada uma faz e descubra qual pode te ajudar.

A oftalmologia é uma especialidade da medicina que tem como objetivo preservar a saúde ocular e estabelecer a melhor visão possível aos pacientes.

A formação longa de um oftalmologista

O caminho para virar um médico oftalmologista é longo. Após estudar 6 anos Medicina, o médico deve fazer 3 anos de Residência Médica em Oftalmologia para se tornar um Oftalmologista. Após este período, caso seja a escolha do médico se aprofundar mais, ele opta por uma subespecialidade e tem de 1 a 3 anos a mais de estudo.

As subespecialidades da oftalmologia

As subespecialidades da oftalmologia são inúmeras. Existem especialistas praticamente para todas as partes e doenças do olho: doenças córnea, catarata, uveíte, glaucoma, retina, estrabismo, neuroftalmologia, oncologia ocular, oftalmopediatria, visão subnormal, cirurgia refrativa, plástica ocular e vias lacrimais, entre outras.

Para facilitar a compreensão dessas subespecialidades a agrupamos em Segmento anterior, Segmento posterior, Plástica e vias lacrimais, Oncologia ocular, Neuroftalmologia, Oftalmopediatria e Visão Subnormal. As 3 primeiras estão relacionadas à região do olho a ser estudada, e as demais não se restringem à área do olho onde a doença se manifesta.

Segmento anterior

Subespecialidade que trata doenças que se manifestam no segmento anterior, parte da frente dos olhos. As doenças mais comuns tratadas por essa subespecialidade são Catarata, Glaucoma, Problemas de Córnea, entre outros.

Segmento posterior

Subespecialidade que trata doenças que se manifestam no segmento posterior, parte de trás dos olhos. As doenças mais comuns tratadas por essa subespecialidade são descolamento de retina, degeneração macular, buraco macular, uveítes, entre outros.

Plástica e vias lacrimais

Subespecialidade que trata problemas relacionados à deformidade e anomalia das pálpebras, obstrução e infecções das vias lacrimais, movimentos involuntários das pálpebras, entre outros.

Oncologia Ocular

Subespecialidade que trata de tumores dentro dos olhos.

Neuroftalmologia

Subespecialidade que trata doenças oculares referentes ao nervo óptico e da movimentação ocular que está ligada ao comando cerebral.

Oftalmopediatria

Esta subespecialidade não está relacionada a uma parte do olho. Ela estuda as condições gerais da saúde ocular do pacientes levando em consideração a sua idade. Entre as doenças que ela trata destacan-se o estrabismo congênito ou não, catarata congênita, glaucoma congênito, entre outros.

Visão Subnormal

Subespecialidade que trata de pacientes com doenças congênitas, portadores de baixa visão.

O caminho certo de um bom tratamento

Os pacientes, em geral, não buscam diretamente um oftalmologista especialista. O melhor caminho a se seguir é ser avaliado por um oftalmologista generalista, que o direciona para a subespecialidade mais indicada para seu caso.

Consultas oftalmológicas de rotina são fundamentais para a saúde ocular. Porém, a avaliação de rotina às vezes não é suficiente e uma avaliação especializada passa a ser necessária.

Enfatiza o médico oftalmologista retinólogo Dr. Guilherme Kappel.

Lembre-se!

O cuidado com a saúde dos olhos deve ser algo diário, fique atento a qualquer mudança na sua visão e não deixe de visitar seu médico oftalmologista ao menos uma vez por ano.

Nos ajude a promover a saúde ocular, compartilhe nossa matérias nas redes sociais. A saúde de nossos olhos agradece!

Guilherme Moreira Kappel

Consulta e Exames Oftalmológicos. Tratamentos e Cirurgias Para Doenças Oculares. Oftalmologista em São Paulo. Especialista em Glaucoma, Retinopatia, Edema e Degeneração Macular.

Recomendado para você